Pouco para dizer, muito para escutar, tudo para sentir. A propósito do programa de rádio
ÍNTIMA FRACÇÃO OUVIR ON-LINE ou PODCAST

 


>
Íntima Fracção
> um programa de Francisco Amaral
>
> Contacto:
franciscoamaral@gmail.com


> RSS Feeds

>
Arquivos
12/2002
01/2003
02/2003
03/2003
04/2003
05/2003
06/2003
07/2003
08/2003
09/2003
10/2003
11/2003
12/2003
01/2004
02/2004
03/2004
04/2004
05/2004
06/2004
07/2004
08/2004
09/2004
10/2004
11/2004
12/2004
01/2005
02/2005
03/2005
04/2005
05/2005
06/2005
07/2005
08/2005
09/2005
10/2005
11/2005
12/2005
01/2006
02/2006
03/2006
04/2006
05/2006
06/2006
07/2006
08/2006
09/2006
10/2006
11/2006
12/2006
01/2007
02/2007
03/2007
04/2007
05/2007
06/2007
07/2007
08/2007
09/2007
10/2007
11/2007
12/2007
01/2008
02/2008
03/2008
04/2008
06/2012
05/2015
04/2016
09/2016
12/2016
04/2017

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

 



 

 

 

18.2.08
 
INDIE * FOLK * TAGV
Sábado, grande dia de música e encontros em Coimbra.

Não apanhei o debate sobre música Indie, à tarde. Mas finalmente revi o Francisco Mateus (Rádio Crítica) e o Ricardo Mariano (Vidro Azul). Conheci ainda o Pedro Esteves (Lado B). Depois de 48 horas antes (Braga) ter também conhecido o Nídio Amado (O Cubo), foi um final de semana emocionante para a "Irmandade do Éter". Longe está o Hugo Pinto (Miss Tapes) e continuo sem conhecer o Zito C. (Bitsounds). Há, de facto, qualquer coisa que passa transversalmente pelo nosso trabalho. Uma forma própria de utilizar (alinhar) a música (e o som ... e a palavra ... o ruído ... silêncio) como expressão de emoções.

Dia 16-2-2008 foi também dia grande para o Ricardo Mariano. Ele esteve na génese do evento (Indie-Folk-TAGV). E valeu a pena. Recomendo a ampliação das expectativas.

Fotografias (históricas ?) do encontro de caras da "Irmandade do éter". A presença física, que os corações há muito se encontraram.


Com o Francisco Mateus.


Com o Ricardo Mariano e o Francisco Mateus.

Pedro Esteves, Ricardo Mariano e Francisco Mateus.

Francisco Mateus é um dos ouvintes mais antigos da Íntima Fracção. Tem IFs gravadas desde 1987. Em 1991 (?), veio conhecer-me. Em 1994, ele mesmo entrou para a TSF. Em 28 de Setembro de 2003, num momento de mudança que antecipava o fim da TSF como a conhecíamos, teve a coragem de fazer um elogio (fúnebre ...) à IF. Em directo e durante os 15 minutos anteriores à transmissão da última edição da IF na TSF, Francisco Mateus falou da história da IF e da importância que o programa tinha tido no panorama radiofónico português. Ao mesmo tempo, para quem o ouviu, não sobravam dúvidas sobre o que (simbolicamente) se encerrava naquele momento.

A TSF também nunca mais foi a mesma. Tornou-se, rapidamente, numa estação de rádio quase igual às outras, e depois, mesmo igual a tantas outras. O trajecto estava traçado e veio a ser vendida pela PT ao grupo Controlinveste.


0 Comentários
início