Pouco para dizer, muito para escutar, tudo para sentir. A propósito do programa de rádio
ÍNTIMA FRACÇÃO OUVIR ON-LINE ou PODCAST

 


>
Íntima Fracção
> um programa de Francisco Amaral
>
> Contacto:
franciscoamaral@gmail.com


> RSS Feeds

>
Arquivos
12/2002
01/2003
02/2003
03/2003
04/2003
05/2003
06/2003
07/2003
08/2003
09/2003
10/2003
11/2003
12/2003
01/2004
02/2004
03/2004
04/2004
05/2004
06/2004
07/2004
08/2004
09/2004
10/2004
11/2004
12/2004
01/2005
02/2005
03/2005
04/2005
05/2005
06/2005
07/2005
08/2005
09/2005
10/2005
11/2005
12/2005
01/2006
02/2006
03/2006
04/2006
05/2006
06/2006
07/2006
08/2006
09/2006
10/2006
11/2006
12/2006
01/2007
02/2007
03/2007
04/2007
05/2007
06/2007
07/2007
08/2007
09/2007
10/2007
11/2007
12/2007
01/2008
02/2008
03/2008
04/2008
06/2012
05/2015
04/2016
09/2016
12/2016

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

 



 

 

 

30.3.06
 


Começou o Black & White, Festival Audiovisual na Católica do Porto.
Sábado à tarde, sessão sobre podcast.
Sábado à tarde, ainda, na competição vídeo internacional, o experimental Íntima Fracção, realizado por Paulo Abrantes. Claro, sobre a IF.

Até que ponto os sons do éter podem ser codificados em imagens? Estas são uma das possíveis, uma das intermináveis possibilidades do som se converter em representação imagética.

Veja aqui o site do B&W (com o programa) e o spot Black&White 2006.

0 Comentários
26.3.06
 
IF 26 Março 2006

# Morphine : You look like rain
# Tape : Sand dunes
# Tape : Long lost engine
# Hope Sandoval & The Warm Inventions : On the low
# Mazzy Star : Five string serenade
# Jane Siberry : It can't rain all the time
# Floatation Toy Warning : Made from tiny boxes
# The Astonishing Urbana Fall : Zed for zembra
# Gustavo Santaolalla : The wings
# Eels : Blinking lights (for you)
# Her Space Holiday : The good people of everywhere
# Sly&Robbie&Howie B : High voltage syndrome

Download mp3: http://www.esec.pt/radio/programas/intimafraccao/if.html
Podcast: http://www.gavezdois.com/
Rádio: RUC (sábados para domingos - 1 às 2 h)

0 Comentários
24.3.06
 
Para este fim-de-semana, a IF mostra novos sons dos Tape e da BorLand. Entre outros, também se recordam Morphine, Mazzy Star e (ah! sim) Sly&Robbie&Howie B. Tudo, ainda, como é evidente, sobre o piso molhado no silêncio da noite.



This is my five string serenade
Beneath the water we've played
And while I'm playing for you
It could be raining there too

0 Comentários
21.3.06
 
UM POST QUASE A CAIR PARA O OUTRO LADO



Ex.mos Senhores

Venho por este meio comunicar que me encontro (exausto), na letra S.
Dispenso as vossas recriminações. Sei que quebrei todos os compromissos, não cumpri uma única data marcada, coloquei em risco toda a estratégia, mas ... assumo ! ASSUMO ... muito trabalho, constipações, a chuva, automóveis estranhos estacionados no condomínio, falta de alento, perfeccionismo a mais, caixas de CDs partidas, cuecas de velhos vinis que se enrolam, impostos injustos, multas por não ter tirado o ticket, frango nos jantares às sextas em centros comerciais iluminados a néons de várias cores, a Maria a querer ir para a escola antes das oito da manhã, o Oscar do Nick, as músicas novas, o chá de jasmin a acabar, Bolonha, a Michelle a treinar comigo o inglês para falar nos Himalaias, o Ward afinal tem a casa com vista para o mar livre ainda para Julho, mas tudo incerto, vago, não sei mesmo se alguém me vai oferecer o iPod ... afinal, que vou eu fazer com esta lista ... ? É por tudo isto, entendem ? De uma vez por todas : eu não estou a fazer cera ! Mas claro, assumo, ASSUMO, ASSUMO, logo ... estou desculpado ... assumo que as informações que tinha sobre o Iraque estavam erradas, que o déficit não era aquele, que eu queria era refugiar-me ... ASSUMO, ASSUMO, caramba ! devo estar desculpado ! Quantas vezes será preciso dizer que ASSUMO ?
Vou na letra S. !!!!!!
Quer dizer ... estou a acabar.
Queiram V.Exas fazer o favor de me deixar em paz. Em alternativa, enviem-me (a mim e a este laptop) para um bom hotel de 5 ***** (COM SPA !), e terão a lista das favoritas da IF pronta num instante. Mais uma semana de convalescença e estará tudo disponível para o aniversário da Íntima Fracção.
Será que V.Exas querem culpar-me de Cavaco estar em Belém, Sócrates em S. Bento e Belmiro a caminho da PT ? Eu assumo ... eu assumo ... não fui eu ! Não vêem que deliro ?! Que já me passaram milhares de músicas pelos dedos, pelos olhos, pelos ouvidos ? Que me falta sempre uma ? Que é uma enorme dificuldade deitar fora outra que seja ?
É isto. É assim.
Desta vez não levam com os protestos da minha mais elevada consideração, porque eu assumo ... ASSUMO ... quero que me deixem acabar a minha querida lista ... eh eh
a .. s .. s .. u .. m .. o
... expiralidoso ...
... não, a Música no Coração outra vêz ... não
... força !
... não não não ... a Furtado ... NÃO !
... assumo, assumo, assumo
~
~
~
vou ~ ~ ~~~ acbar /()?[ list ... vadebn-ndqil#ȣ} ttttaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

CABRUUUUNCCHHHHHHHH ! CCATTPPPAAAAAAAMMMM ....

0 Comentários
19.3.06
 
IF 19 Março 2006

# Flotation Toy Warning : Happiness is on the outside
# Mercury Rev : Tides of the moon
# Richard Harris : MacArthur Park
# Luna : Mermaid Eyes
# Animal Collective : Loch Raven
# The White Birch : Silent Love
# House of Love : Hope
# Boards of Canada : Tears from the compound eye
# Morrissey : That's entertainment
# OMD : Souvenir (Moby remix) - extracto

+ comboio + silêncio da noite sobre piso molhado + S.O.S. + paisagem subaquática como escutada pelo mergulhador

Download mp3: http://www.esec.pt/radio/programas/intimafraccao/if.html
Podcast: http://www.gavezdois.com/
Rádio: RUC (sábados para domingos - 1 às 2 h)

escutar, de preferência, com headphones

0 Comentários
 
Tape.
Duo sueco.
Terceiro disco : Rideau.
Entre o experimentalismo e a pop.
Gravado em Colónia, no estúdio de Marcus Schmickler (trabalhou com Julee Cruise), depois dos dois primeiros discos terem sido feitos na suave Suécia.
Andreas Berthling e Tomas Hallonsten, em Rideau, fizeram música para a imaginação. Aqui está um exemplo : Sand Dunes.
Os Tape, disponibilizam no seu site um belo vídeo em animação realizado por Wisut Ponnimit.


0 Comentários
18.3.06
 


Completam-se hoje 3 anos do blog Vidro Azul. Ricardo Mariano realiza um magnífico programa de rádio (também distribuído em podcast) com o mesmo nome. O blog é uma extensão do programa. Mais do que um vidro, trata-se de um BRILHANTE, belíssimo, resistente. Quem o quiser ouvir, tem agora diversas possibilidades. Visitem o blog. OIÇAM !

0 Comentários
 
Dizem que são da escola dos Mercury Rev / Flaming Lips. Menos épicos, com uma abordagem mais comedida, senão mesmo próxima do ambientalismo. Muito cuidado, pois, com os brinquedos flutuantes. Este fim-semana, na IF, Happiness Is On The Outside.



Flotation Toy Warning



0 Comentários
16.3.06
 
No trabalho (parece-me eterno) de encontrar as favoritas da IF, vou-me defrontando com o passado. Com os passados. Há pedaços, tão próximos, que no entanto me pareciam já esquecidos. Passando pelos finais dos anos 90 e princípios deste século, encontrei estes discos dos Mercury Rev.



Para a IF, não foram discos tão marcantes como muitos outros. No entanto, e que surpresa, afinal não me tinha esquecido deles e até soube bem voltar a ouvir duas ou três coisas.
De um de 1998, e do outro, de 2001, retive, por exemplo, Tides of the moon. Está em All is dream, e dele escreveram na Uncut :

Like Disney on methadone scored by Jack Nitzsche with a gun against his own head, trying to remember this soundtrack he once wanted to make, which teamed Judy Garland and Neil Young.

Está aqui também Nite and Fog, bem a propósito das fotos de ontem à noite. Chamo-lhe assim, para, intencionalmente, não dissipar o nevoeiro de Nuit et Brouillard, de Resnais.


0 Comentários
14.3.06
 
A IF sempre voou sobre os mais diversos territórios. Ora no hoje, outras vezes entusiasmada pelas vistas (escutas) do amanhã, ou ainda perdida nos sentimentos irrecuperáveis e indizíveis do passado.
Agora, estamos todos convencidos de que a Primavera chegou : 22 /23º . Não confiem. Quinta-feira volta a chover.
Talvez por isto, no meio das minhas escutas apressadas dos novos sons de Dan Bejar - Destroyer, caiu-me, exactamente assim, caiu-me em cima, uma antiquíssima exaltação sobre o desespero, orquestrada também desesperadamente e com a voz (sempre no limite de imaginadas lágrimas) do actor (cantor ?) Richard Harris.
Diz (talvez cante) ele em MacArthur Park :

Spring was never waiting for us, girl
It ran one step ahead
As we followed in the dance

. . .

There will be another song for me
For I will sing it
There will be another dream for me
Someone will bring it
I will drink the wine while it is warm
And never let you catch me looking at the sun
And after all the loves of my life
After all the loves of my life
You'll still be the one

I will take my life into my hands and I will use it
I will win the worship in their eyes and I will lose it
I will have the things that I desire
And my passion flow like rivers through the sky
And after all the loves of my life
After all the loves of my life
I'll be thinking of you
And wondering why !?

Não sei porquê, mas arrebatamentos como este, em difícil equilíbrio sobre o kitch, sempre se deram bem com corações eternamente desesperados. E como são eficazes apenas para aqueles que ali estão. Tal como os que, como diz Alcibíades, só ousam falar das dores sentidas pela mordedura de uma víbora, aos que passaram pelo mesmo. Para os outros, a descrição não é plausível.

Isto (MacArthur Park) por Richard Harris, é de 1 de Janeiro de 1968. Quem esteve por detrás foi Jimmy Webb e soa assim. A versão completa, inclui uma longa intervenção orquestral mais ou menos delirante que passarei em futura IF.

Um extracto aqui.

0 Comentários
12.3.06
 


0 Comentários
 
IF 11/12 Março 2006

# Departure Lounge : Skydiving (remix)
# Ella Fitzgerald : Miss Ottis regrets
# Alpha : Theme
# Alpha : Hooper
# Alpha : Terrify
# Lee Hazlewood : Mansion of tears
# The Knife : She's having a baby
# The Knife : Na na na
# Destroyer : European oils
# The Pretenders : I go to sleep (live)
# Animal Collective : Banshee Beat
# Alpha : Watergate
# Alpha : To the sea
# Alpha : Backward
# Alpha : Theme 2

+ "... do this is a violent content, parental discretion is advised."
+ o silêncio da noite sobre piso molhado

Download mp3: http://www.esec.pt/radio/programas/intimafraccao/if.html
Podcast: http://www.gavezdois.com/

0 Comentários
11.3.06
 


Quem utiliza a ESEC Rádio on-line para baixar a Íntima Fracção em mp3, já vai encontrar o ficheiro correcto com o programa de 5 de Março. Esteve trocado, mas já está OK. God only Knows o que terá acontecido ...
Na edição deste fim-de-semana, estreia dos novos discos dos Alpha - Lost in a garden of clouds 2 - Destroyer - Destroyer's Rubies e The Knife - Silent Shout. Claro que há mais coisas. Por exemplo, o som do piso molhado no silêncio da noite ...

0 Comentários
8.3.06
 


No excelente B&W - Festival Audiovisual da Un. Católica - Escola das Artes (Porto), está seleccionado para a competição internacional um vídeo experimental com o título "Íntima Fracção". O autor é Paulo Abrantes.
O Festival Black&White, que já vai na 3ª edição (sempre dinamizado pelo Jaime Neves), acontece este ano a 30, 31 de Março e 1 de Abril, e inclui um debate sobre podcasting. Sei que o João Paulo Meneses (TSF) e o Edgard Costa (GavezDois), vão lá estar. Seria bom estarmos lá muitos mais ...

0 Comentários
 
Entrevistas com vários podcasters portugueses na RádioCrítica, o blog de Francisco Mateus.
Na lista, estão os que mais sinto próximos das concepções estéticas da IF : Lado B, Vidro Azul e [Percepções].

0 Comentários
 
Destes dois só conheço um. Advinhem quem ?
Congratulations, Nick !


0 Comentários
6.3.06
 
Os meus queridos amigos Wallace and Gromit ganharam outro Oscar !
Assim, pelo menos, conheço pessoalmente um vencedor de um Oscar ! ... (Nick Park, o criador de Wallace&Gromit).



Música para celebrar com tea, crackers and cheese !

0 Comentários
5.3.06
 
Dan Bejar de regresso com Destroyer's Rubies.
Mais do mesmo ? Talvez. Mas esse mesmo é mesmo bom !


(ouvir extracto na imagem)

0 Comentários
 
IF 4/5 de Março 2006
GOD ONLY KNOWS
(Brian Wilson/Tony Asher)
Março-Abril 1966



# The Brodsky Quartet : God only knows (extracto)
# The Beach Boys : God only knows (sessão gravação instrumental)
# The Beach Boys : God only knows (ensaio ao vivo - Hawai)
# The Beach Boys : God only knows (acapella)
# The Beach Boys : God only knows (extracto sessão de gravação)
# The Beach Boys : God only knows (take 1 - Março 1966)
# The Beach Boys : God only knows (último take)
# The Beach Boys : God only knows (mono)
# Justin Hayward : God only knows
# The Beach Boys : God only knows (ensaio Hawai completo)
# The Beach Boys : God only knows (acapella - extracto)
# The Brodsky Quartet : God only knows (extracto)
# The Beach Boys : God only knows (ensaio ao vivo - 1967)
# The Beach Boys : God only knows (vivo na Michigan State University - Out.66)
# The Langley Schools Music Project : God only knows
# The Beach Boys : God only knows (versão com final acapella)
# The Beach Boys : God only knows (versão com solo de saxofone)
# The Beach Boys : God only knows (instrumental estereo)
# The Beach Boys : God only knows (mistura estereo)
# The Beach Boys : God only knows (extracto gravações de 9 Março 1966)
# The Langley Schools Music Project : God only knows (extracto final)

Download: http://www.esec.pt/radio/programas/intimafraccao/if.html
Podcast: http://www.gavezdois.com/

0 Comentários
3.3.06
 
Na IF, esta semana, 40 anos depois de só Deus sabe o que seria sem ti.
Uma hora integralmente dedicada a um dos temas de referência para a IF - GOD ONLY KNOWS - de Pet Sounds, dos Beach Boys. Uma obra construída por Brian Wilson, que ficou desenhada e pronta para registo no final do Inverno de 1966.
GOD ONLY KNOWS foi gravada a 9 de Março de 1966 (instrumental), tendo sido acrescentados os vocais a 10 de Março e 11 de Abril.
Na próxima edição da Íntima Fracção, escutar-se-ão diversas versões gravadas pelos Beach Boys, bem como uma boa parte das gravações em estúdio (incluindo o take 1), que incluem os comentários e orientações dadas por Brian Wilson aos restantes elementos do grupo, bem como a músicos de estúdio.
Acrescentam-se versões do Brodsky Quartet, Justin Hayward e Langley Schools Music Project.
40 anos depois, só Deus sabe o que seria sem ti.


E aqui em baixo, 45 segundos a b&w dos rapazes, ao vivo (sem truques), quando era preciso saber tocar e cantar. Este filmezinho é um bom bocado anterior a Pet Sounds, mas tem o sabor da inocência de Surfer Girl.
Primindo a foto, encontram uma página japonesa. Aí, é fácil. Está escrito PLAY junto dos Beach Boys.



0 Comentários
início